O ABC dos Molhos de Salada

Almoço com as amigas é sempre recheado de muito papo, troca de informações e muitas risadas, né? Foi num dia desses nossos encontros que entre vários assuntos, o tópico “molhos de salada” mais me chamou a atenção. Como cada uma temperava sua salada? Como variar os sabores pra não cair na mesmice e não deixar de comer salada?

E isso me fez pensar que tem muita gente que não sabe como variar os molhos e é sempre a mesma coisa sempre. Ou compram molho pronto (nada light), ou usam só vinagre balsâmico e azeite. Mas pouca gente prepara seus molhos de salada em casa. Talvez por acharem que seja difícil, que vai dar um trabalhão, ou então somente por não saberem o que mistura bem com o que.

Foi dai que eu resolvi fazer um post a respeito. Encontrei essa foto que ajuda bem a entender o ABC do molho de salada. Que é a seguinte: oléo + vinagre (ou algo ácido) + intensificador de sabor. É isso! não é tão complicado, né?

molho-de-saladas
www.ebfarm.com

Na lista de oléos estão: azeite de oliva, oléo de gergelim, oléo de amendoin, oléo de abacate, oléo de semente de uva, oléo de nogueira, etc.

Nos vinagres/ácidos temos: suco de limão, suco de laranja, vinagre de champanhe, de vinho, de maçã, de arroz, balsâmico, etc.

Os intensificadores de sabor podem ser: mostarda, mel, geléias, gengibre, alho & cebola, sriracha (molho de pimenta Tailândes), tahini (pasta de gergelim), ervas frescas,  molho inglês, molho shoyu, etc.

Para incrementar ainda mais sua salada, você pode acrescentar frutas secas, nozes e queijos!

Agora que você viu como é fácil preparar seu molho de salada em casa, só falta botar a mão na massa e experimentá-los para decidir qual é  o seu preferido. Não vai ser tarefa fácill!

Happy cooking! Até a próxima.

Leave a Reply