Experimentando sabores um prato de cada vez!

Por que deixar grãos, sementes e castanhas de molho?

Por que deixar grãos, sementes e castanhas de molho?

Sempre me interessei com os assuntos ligados a alimentação, na absorção dos nutrientes, e saúde de modo geral. Acho que pela minha formação na área da saúde, qualquer assunto ligado a este campo, principalmente nutrição e origem de doenças, me faz pesquisar sempre mais sobre este tema.

Durante a gravidez temos que mudar bastante alguns hábitos alimentares por causa do bebê que está se formando dentro de nós. Há muitas restrições e foi nesta época que comecei a estudar mais sobre o assunto, ainda mais que comecei a fazer um tratamento alternativo para a minha doença auto-imune – Tiroidite de Hashimoto.

Tenho aprendido muito nos últimos tempos com minha coach nutricional. Marcieli da Silva. Ela tem um site fantástico, com muitas informações.  Tenho certeza que não irá se arrepender de dar uma lida. O papel do coach nutricional é diferente de um nutricionista. O coach te guia por algumas semanas, e vai te dar estímulos para chegar em seu objetivo. Para mim está funcionando mais do que quando me consultei com uma nutricionista. Não tirando os méritos de um nutricionista, que vai te prescrever exames e suplementos caso necessite. O coach não consegue realizar este papel (exames e suplementos).

Já havia me consultado com nutricionistas e elas me passaram a força de vontade inicial, mas o auto-controle para manter a mudança do hábito eles não passam. Sei que isso parte de sua força interna, mas uma coach ajuda a te guiar. Concluindo, tenha um bom nutricionista ou médico nutrólogo e um coach nutricional. Os dois em conjunto são perfeitos.

Uma das coisas que aprendi com ela foi sobre a necessidade de deixar os grãos, sementes e castanhas de molho antes de consumi-las. Já tinha até feito algumas vezes antes, mas não sabia da extrema importância para nossa saúde. 

As nozes, os grãos e as sementes possuem um mecanismo de defesa que inclui inibidores nutricionais e substâncias tóxicas para que elas possam sobreviver até que as condições de crescimento adequadas estejam presentes.

Estes inibidores nutricionais e substâncias tóxicas são inibidores enzimáticos, fitatatos (ácido fítico), polifenóis (taninos) e goitrogênios, mas podem ser minimizados ou eliminados por imersão em água morna. 

Encontrei esse artigo sobre grãos, tem tanta  informação importante que eu resolvi compartilhar com você.

Quais são os inibidores enzimáticos?

“Existem dois tipos de enzimas, as digestivas e as metabólicas. As enzimas digestivas são as que ajudam a quebrar os alimentos. E as metabólicas ajudam todo processo biológico que o corpo possui. Os inibidores de enzimas vão entupir, enrolar ou desnaturar um local ativo onde uma enzima age. Eles também podem se ligar à enzima, o que impedirá a molécula de se ligar no lugar pretendido”. Fonte

O que são os fitatos?

“Todos os grãos contêm ácido fítico na sua camada externa. O ácido fítico não tratado pode se combinar com o cálcio, magnésio, cobre, ferro e especialmente zinco no trato intestinal e bloquear sua absorção. É por isso que uma dieta rica em grãos inteiros não fermentados pode levar  deficiências minerais e perda óssea”. Fonte

 

Por que deixar de molho nozes, grãos e sementes?

“Para remover ou reduzir o ácido fítico.
Para neutralizar os inibidores da enzima.
Para aumentar as quantidades de vitaminas, especialmente as vitaminas B.
Para quebrar o glúten e facilitar a digestão.
Para prevenir deficiências minerais e perda óssea.
Para ajudar a neutralizar as toxinas no cólon”. Fonte

Tabela de tempo para cada tipo:

Minha coach, muito generosa, compartilhou comigo esta tabela para me guiar em relação a quantas horas cada coisa fica de molho. E eu estou passando esta informação rica para vocês. Ai vai:

 

 

Algum conselho sobre o que fazer com as leguminosas?

“Os grãos embebidos e secos podem ser moídos e utilizados como farinha para engrossar os pratos. Isso é útil para uma dieta sem glúten.

Embeba leguminosas por doze horas ou durante a noite em quatro partes de água para uma parte da leguminosa. Para obter melhores resultados, mude a água uma ou duas vezes. As lentilhas e as ervilhas secas inteiras exigem uma imersão mais curta, enquanto a soja e o grão de bico precisam ficar mergulhados por mais tempo. 

A imersão também promove um cozimento mais rápido e melhora a digestão, porque as enzimas e trisacáridos que causam gás em leguminosas são liberados na água de imersão. Descarte a água de imersão. Durante a fervura, vá descartando a espuma da água. Continue a ferver durante vinte minutos, destampado,  no início do cozimento para permitir aquebrar e dispersar as enzimas indigestíveis”. Fonte

 

Se você não conseguir secar as castanhas totalmente, não há problema, basta armazená-las num vidro seco e fechado na geladeira. Se deixar fora, corre o risco de mofar. 

Espero que tenham gostado. Tentei passar esta rica informação para fazer a diferença na maneira que consome seus alimentos, para que eles sejam melhor absorvidos. 

Se quiser ler mais sobre o assunto recomendo essas duas leituras: Successful Seed  e Nutrients.

 


Related Posts

Salada de Cevada

Salada de Cevada

Então aqui vai pra você, meu amigo-minha amiga, mais uma receita de salada esperta, magrinha, e ainda deliciosa e saudável para dar aquela variada no cardápio. Afinal, salada podem, e devem, ser muito mais que apenas umas folhas verdes misturadas, né?!  😆    Cevada, um […]

Bolo de Abóbora com Nozes Funcional

Bolo de Abóbora com Nozes Funcional

Continuando nossa “homenagem” a estação e a proximidade do Thanksgiving, resolvi fazer um bolo de abóbora com nozes – um dos meus favoritos- para levar num café com as amigas. Não preciso dizer que foi sucesso total né? A abóbora fornece  a umidade necessaria que […]



Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *